TRUMP: ‘Nenhuma pessoa transgênero servirá no exército dos EUA’

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na quarta-feira que não permitiria que indivíduos transgêneros alista se no exército dos EUA em qualquer capacidade.
“Depois de consultar os meus generais e especialistas militares, tenha em atenção que o governo dos Estados Unidos não aceita nem permite que indivíduos transgêneros atuem em qualquer capacidade no Exército dos EUA”, escreveu Trump em uma série de postagens do Twitter.

“Nossas forças armadas devem se concentrar na vitória decisiva e esmagadora e não podem ser sobrecarregadas com os tremendos custos e interrupções médicos que os transgêneros envolvem com os militares”, escreveu o presidente republicano.
O Pentágono terminou a proibição de pessoas abertamente transgêneros que servem no exército dos EUA em 2016 sob a administração do presidente democrata Barack Obama. Esperava-se que ele começasse a permitir que as pessoas transgêneros começassem a se alistar este ano, desde que tivessem sido “estáveis” em seu gênero preferido por 18 meses.
Com a posição aberta do presidente Donald Trump o exercito deve desacelera o alistamento de pessoas transgêneros, segundo militares que preferem o anonimato.
No mês passado, o secretário de Defesa Jim Mattis aprovou um atraso de seis meses ao permitir que os recrutas transgêneros se juntem às forças armadas dos EUA.
O atraso alarmou os defensores transgêneros que vem lutando para que as forças armadas norte-americana aceite gays.
No ano passado, o secretário da Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, citou um estudo do grupo de pesquisa RAND Corporation dizendo que havia cerca de 2.500 membros do serviço ativo transgênero e 1.500 membros do serviço transgênero de reserva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SiteLock