Trump partilha vídeos antimuçulmanos no Twitter

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, partilhou hoje na sua conta na rede social Twitter um conjunto de três vídeos antimuçulmanos que tinham sido publicados inicialmente por uma responsável política britânica de extrema-direita.
Os vídeos em questão foram publicados por Jayda Fransen, vice-presidente da organização de extrema-direita e ultranacionalista Britain First, e mostram situações de vandalismo e atos de violência cometidos por pessoas que são apresentadas como muçulmanas.



As imagens são divulgadas sem qualquer contexto dos acontecimentos relatados.
Por exemplo, um dos vídeos partilhados por Trump, intitulado “Um imigrante muçulmano a espancar um holandês de canadianas”, parece ter sido filmado na Holanda, em data indeterminada.

As imagens não fornecem elementos que possam comprovar a veracidade do título atribuído por Jayda Fransen.
Outro dos vídeos mostra um homem a destruir uma estátua da Virgem Maria. Estas imagens foram publicadas em 2013 na plataforma de partida de vídeos YouTube.




Segundo a descrição disponível no YouTube, as imagens foram filmadas na Síria e mostram um membro do grupo extremista Estado Islâmico (EI) a destruir uma figura da Virgem Maria.
O terceiro vídeo, intitulado “Multidão islâmica empurra um adolescente de um telhado e espanca-o até à morte”, foi colocado inicialmente na Internet em 2013.

Particularmente violento, este vídeo é apresentado como tendo sido filmado no Egito



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SiteLock