No Rio, polêmica não tira vantagem de Crivella sobre Freixo, diz Datafolha

O senador Marcelo Crivella (PRB) se mantém à frente na disputa pela Prefeitura do Rio, de acordo com pesquisa divulgada nesta terça-feira (25) pelo Datafolha. Ele tem 63% das intenções dos votos válidos, contra 37% de Marcelo Freixo (PSOL).
Os dois oscilaram no limite da margem de erro em relação ao levantamento anterior do instituto, publicado há 11 dias, quando o candidato do PRB tinha 66% das intenções de votos válidos, contra 34% do adversário.
A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou menos. O Datafolha ouviu 1.280 pessoas nesta terça.
Quando considerados os votos totais, o Datafolha identifica que 27% dos eleitores não escolheram nenhum dos dois candidatos.
Pesquisa Datafolha Rio de Janeiro 2016 2º Turno
Os indecisos somam 8%, enquanto os que declaram voto branco e nulo chegam a 19% –mesmos índices do levantamento anterior. No total de votos, Crivella tem 46% das intenções (tinha 48%) e Freixo, 27% (tinha 25%).
Os recortes feitos pelo instituto mostram que a diferença obtida pelo candidato do PRB se concentra no eleitorado evangélico.
Ele tem larga vantagem tanto entre fiéis de denominações pentecostais —como a Igreja Universal, da qual é bispo licenciado– como não pentecostais. No primeiro, Crivella tem 91% dos votos válidos e no segundo, 86%.
Os evangélicos são 33% dos eleitores.
Os dois estão em empate técnico entre os católicos, grupo que representa 40% da amostra. O grupo de eleitores evangélicos também mostra ser determinante no resultado de votos válidos por ter a menor taxa de brancos, nulos e indecisos na pesquisa.
Apenas 13% dos fiéis de igrejas pentecostais não escolheram candidato. Entre os católicos, 36% não optaram por Freixo ou Crivella.
A pesquisa foi feita após o aumento dos ataques entre os dois na campanha, além da divulgação de acusações contra o candidato do PRB na imprensa, parte dela relacionado a declarações de intolerância religiosa no passado. Os dados mostram que os casos tiveram pouco impacto na candidatura de Crivella.
No recorte por faixa etária, Freixo vence apenas entre os mais jovens, com 55% das intenções de votos válidos. Crivella tem vantagem em todas as outras faixas etárias, sendo a maior no eleitorado entre 34 e 44 anos: 72% das intenções de voto válido.
O senador também tem larga vantagem entre os mais pobres, atingindo 74% da preferência dos entrevistados com renda familiar até dois salários mínimos. Há empate entre aqueles com renda familiar acima dos dez salários mínimos, grupo no qual Freixo obtém 52% das intenções de voto válido.
Segundo o Datafolha, 88% dos eleitores que escolheram um candidato ou declararam votar branco ou nulo estão totalmente decididos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *