Depois de Elton John, agora é a vez de Paul Simon deixar os palcos

O cantor e compositor Paul Simon anunciou nesta segunda-feira que irá parar de fazer turnês, dizendo que se sentiu “um pouco animado e um pouco aliviado” ao levar sua carreira de 50 anos de performances a um fim.
Em publicação no Facebook, Paul Simon, de 76 anos, disse que irá fazer uma turnê final – “Homeward Bound – The Farewell Tour” pela América do Norte e Europa ainda neste ano. Após isto, o cantor de “Sounds of Silence” disse que fará uma performance ocasional “em um (espero) antigo salão acústico”.



“Eu me perguntei muitas vezes como seria chegar ao ponto em que iria considerar levar minha carreira de performances a um fim natural. Agora eu sei: parece um pouco perturbador, um pouco animado e um pouco aliviado”, escreveu Paul Simon.
Simon, morador de Nova York, disse ter chegado à decisão em grande parte porque “sinto que as viagens e o tempo longe da minha esposa e família são algo que tira o prazer de tocar”.
A carreira de sucessos de Simon inclui uma parceria lendária com o cantor Art Garfunkel. Eles lançaram o primeiro álbum em 1964 e gravaram clássicos como “Mrs. Robinson”, “The Boxer” e “Bridge Over Troubled Water”.
A dupla se separou em 1970 e Paul Simon iniciou uma carreira solo, com álbuns ganhadores de prêmios Grammy, como “Still Crazy After All These Years” e “Graceland”.
Simon é mais um artista pop das décadas de 1960 e 1970 a se aposentar de turnês. Elton John anunciou no mês passado que irá fazer uma turnê de três anos de despedida, e Neil Diamond anunciou estar com mal de Parkinson e que vai se aposentar das turnês.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *