Espanha desiste de mandado de prisão europeu contra Puigdemont

O juiz do Supremo espanhol decidiu retirar os mandados europeus de detenção que haviam sido emitidos contra os antigos membros da Generalitat que estão na Bélgica. Mas manteve ordem de detenção em Espanha.



A decisão foi tomada pelo juiz do Supremo Pablo Llarena e afeta Carles Puigdemont e os quatro ex-conselheiros da Generalitat que se encontram na Bélgica. O magistrado espera agora que a sua decisão seja comunicada às autoridades belgas.
Um dos motivos que levou Llarena a tomar esta decisão foi o facto de “os investigados parecem ter mostrado a sua intenção de regressar a Espanha, com o objetivo de tomar posse e exercer alguns cargos cujas eleições foram marcadas recentemente”.
No entanto, o juiz manteve a ordem espanhola de detenção, pelo que os cinco antigos governantes serão detidos quando chegarem a solo espanhol, disse fonte do Supremo ao El País.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SiteLock