José Dirceu pode embolsar R$ 17 mil de aposentadoria da Câmara

A área técnica da Câmara dos Deputados está convencida de que o ex-ministro José Dirceu tem direito a receber aposentadoria como ex-deputado. Condenado a 30 anos de prisão pela Lava Jato, o petista foi cassado em 2005 por se envolver no escândalo do mensalão do PT.
A Câmara aceitou o pedido de Dirceu para considerar os 11 anos em que ficou anistiado como tempo de mandato, o que lhe ajudou a obter o período mínimo para requerer o benefício. A decisão final sobre se o ex-ministro do [governo Lula] terá direito de se aposentar, mesmo tendo sido cassado, será política e caberá ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia a palavra final.



Os cálculos ainda não foram feitos, mas consultores da Câmara dos Deputados disseram à Coluna de Andreza Matais do Estadão, que, se conseguir o benefício, Dirceu deve receber, no mínimo, R$ 17 mil mensais. Rodrigo Maia afirma que ainda não pensou sobre o assunto.
O petista está confiante com na possibilidade de embolsar mensalmente R$ 17 mil. Segundo pessoas próxima a Dirceu, o ex-ministro passa por dificuldade financeira e aposentadoria seria uma mão na roda em momento difícil.
Dirceu tem fama de ser gastador, no auge do PT, e então todo poderoso ministro da Casa Civil, chegou a gasta quase 1 milhão de reais em único mês, segundo delatores da Lava Jato.




josé dirceu José Dirceu pode embolsar R$ 17 mil de aposentadoria da Câmara
Vida burguesa: O ex-ministro do PT e sua namorada singrando os mares em dia sol radiante A empresa do ex-ministro José Dirceu faturou 29,2 mi.
O difícil é acreditar no aperto financeiro do ex-ministro petista, de acordo com levantamento feito pela revista de 2006 a 2013 uma empresa de consultoria de Dirceu faturou 29,2 milhões de reais com a prestação de serviços. E a partir 2013, começou a cumprir pena pela condenação no julgamento do mensalão.
Os técnicos levam em consideração o fato de o juiz Sérgio Moro, ao condenar Dirceu, não ter mencionado se ele pode ou não receber aposentadoria da Câmara, brecha que beneficia o petista. Além disso, há precedentes.
O ex-deputado Roberto Jefferson outro envolvido no escândalo do mensalão petista e  algoz de Dirceu, também requereu aposentadoria depois de ter sido cassado, em 2005, e recebe da Casa R$ 23,3 mil de benefício.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SiteLock