Com fim da recessão, denuncia contra Temer pode ser um tiro no pé de Janot

“PIB confirma que o Brasil está superando pior recessão da história”, por essas manchetes nos principais jornais do país o procurador-geral Rodrigo Janot não contava, a pouco dias da apresentação da uma nova denuncia contra o presidente Michel Temer.
O impressionante resultado da recuperação da economia brasileira pegou de surpresa até mesmo a equipe econômica do governo Temer, que esperavam um resultado positivo, mas não como essa dimensão.
Tamanha e boa noticia não era esperada por outra equipe, não a do governo!, mas …a da Procuradoria-Geral da Republica (PGR), que está em vias de apresentar uma nova denuncia contra o presidente Temer, baseado na delação o operador financeiros Lúcio Funaro.
Delação essa, mantida sobre total segredo de justiça, algo raro na gestão do procurador-geral Rodrigo Janot, onde os vazamento seletivos era semanais, especialmente quando se tratava da Lava Jato.
No Palácio do Planalto a noticia da recuperação da economia e possível anuncio da equipe economia com o fim da recessão e a retomada do crescimento, foi duplamente comemorada pelos aliados do governo Temer, que acreditam que uma nova denúncia contra o presidente não será aceita pela Câmara dos Deputados.
Para alguns senadores e deputados a melhora na economia do país, dá sinais, de que nada pode atingir o presidente Temer neste momento, e que a denuncia do procurado-geral deve ter o mesmo destino da primeira, o não prosseguimento das investigações.
Em viagem à China, o presidente Michel Temer comemorou o resultado do PIB no segundo trimestre, destacando que o avanço reflete a recuperação do país. “Teve uma boa solução. Mostra o que estamos revelando ao longo tempo: o Brasil está crescendo e se recuperando” disse o presidente ao chegar ao seu hotel em Pequim.
Já o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, destacou o segundo o bom resultado trimestral de crescimento na economia, após dois anos de “retração, inflação recorde e desemprego crescente”. E afirmou ainda que a retomada da atividade vai ganhar força nos próximos meses, se consolidando no próximo ano.
Com tanta noticias boas para economia brasileira, a denuncia de Janot, contra o presidente da republica pode vira um emaranhado de paginas sem valor na Câmara dos Deputados, podendo levar a PGR ao descrédito por mais uma tentativa frustada, por pura falta de competência.
A única saída para Janot neste momento é apresentar provas consistentes contra o presidente Temer, que possa abalar novamente os pilares da republica, caso contrario será um tiro certeiro na credibilidade do procurador-geral da republica Rodrigo Janot já abalda pelo acordo de deleção premiada dos irmão Batistas donos da JBS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SiteLock