Polêmica: em vídeo, Crivella diz ‘haverá um presidente que trabalhará pela igrejas evangélicas’

Um vídeo de pouco menos de um minuto que foi disseminado nesta quinta-feira em redes sociais promete esquentar ainda mais a reta final da disputa pela prefeitura do Rio. Nas imagens, Marcelo Crivella aparece fazendo um discurso em que defende a importância de um projeto político para os evangélicos, chegando a afirmar que irão eleger um presidente da República que “vai trabalhar por nós e nossas igrejas” (assista ao vídeo ).

O deputado do PSOL Jean Wyllys foi um dos que postaram o vídeo na noite desta quinta-feira. Nas imagens, Crivella tem aparência mais jovem e parece discursar para uma plateia de evangélicos. Durante sua atual campanha à prefeitura, o senador tem defendido o distanciamento entre sua vida como homem público e a religião. Crivella é bispo da Igreja Universal e sobrinho de Edir Macedo.
“Eu não sei se será na nossa geração, quando será, mas os evangélicos ainda vão eleger um presidente da República, que vai trabalhar por nós e nossas igrejas. E nós vamos cumprir a missão que há 2 mil anos é o maior desafio da igreja, de levar o Evangelho a todas as nações da Terra” diz na segunda parte do vídeo.
Veja Também:  
Líderes evangélicos pede ajuda do governo Temer para financiar construção de templos  
No Rio, distância entre Crivella e Freixo cai para 17 pontos, diz Ibope 
Eleitoral apreende material de campanha de Freixo, suspeita que sindicato banca o candidato 
Crivella pede orações a políticos, argumentando que “dinheiro nós da igreja já temos. Aviões nós temos”. E chega a usar um caso para ilustrar o quanto é importante para a Universal ter aeronaves:
“Outro dia o RR Soares (atualmente na Igreja Internacional da Graça de Deus) me contou que ele foi fazer uma reunião na Índia. E ele estava pregando, a polícia veio. E eles iam prendê-lo. A sorte é que ele tem um avião (gargalhadas na plateia). E ele correu para o aeroporto, entrou no avião e foi embora”. diz Crivella. Procurada no fim da noite, a campanha de Crivella afirmou que não tinha tempo hábil para responder.
Na publicação que já tem mais de mil compartilhamentos, Jean Wyllys afirma considerar gravíssimas as imagens e pede “Veja isso, Marcelo Freixo”.
TOM AGRESSIVO NA CAMPANHA
Horas antes da divulgação da pesquisa Ibope que mostrou uma diminuição de nove pontos na vantagem em relação a seu adversário Crivella, aumentou o tom dos ataques a Marcelo Freixo (PSOL), citando até Hitler e a Alemanha nazista. As declarações foram dadas em reunião com representantes de sindicatos e associações que representam setores de transporte de cargas, supermercados e distribuidores de alimentos da cidade, na tarde desta quinta-feira, no auditório do partido, em Benfica.
Crivella também começou a exibir na quinta-feira uma inserção que associa o rival ao governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e ao líder cubano Fidel Castro. Nas imagens, a campanha do candidato do PRB lembra que o regime de Maduro enfrenta uma grave crise econômica e sofre com desabastecimento de insumos como papel higiênico.
Para fazer a alusão ao nazismo, Crivella afirmou que seu adversário estaria agindo como a ditadura alemã ao “capitalizar angústias” para conseguir o poder:
“Colocar o nosso povo num momento de crise, capitalizar as angústias de um desempregado, as frustrações de um menino que se formou e ainda não conseguiu um estágio, isso parece a Alemanha nazista, quando o maior demagogo do mundo capitalizou também as angústias do povo alemão e os iludiu com as quimeras da vingança, levando o mundo a entrar numa hecatombe de ferro, fogo e sangue.”

Um comentário em “Polêmica: em vídeo, Crivella diz ‘haverá um presidente que trabalhará pela igrejas evangélicas’

  • 24 de outubro de 2016 em 17:55
    Permalink

    Ele já esclareceu que tinha um pensamento mais radical antigamente. Hoje em dia esse pensamento mudou. Assim como também Freixo que antes dava calote em ônibus, hoje em dia não faz mais.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *