Explosão de caminhão de petróleo mata 132 pessoas no Paquistão

Um caminhão petroleiro caiu em uma estrada no Paquistão no domingo e 132 pessoas, muitas das quais se apressaram a recolher combustível vazado, foram mortas quando explodiram, aparentemente depois que alguém acendeu um cigarro, disseram autoridades.
O caminhão petroleiro virou-se em uma curva afiada em uma estrada nos arredores da cidade de Bahawalpur. O motorista perdeu o controle quando o veículo explodiu um pneu, disse um porta-voz do governo provincial.
download 1 21 Explosão de caminhão de petróleo mata 132 pessoas no Paquistão
Uma visão geral da cena de uma explosão de petroleiros em Bahawalpur, Paquistão
Uma grande multidão de pessoas se reuniu, muitos para coletar combustível em contêineres, e o caminhão petroleiro explodiu em uma enorme bola de fogo cerca de 45 minutos depois. Trabalhadores de resgate disseram que cerca de 80 pessoas ficaram feridas.
“As pessoas da área e os transeuntes começaram a reunir combustível quando explodiram, queimando a todos”, disse o porta-voz do governo provincial, Malik Muhammad Ahmed Khan.
Cerca de 20 crianças estavam entre os mortos, disse ele.
O acidente aconteceu no dia anterior ao Paquistão comemora o festival Eid al-Fitr, quando as famílias se reúnem para celebrar o fim do mês de jejum do Ramadã.
download 2 19 Explosão de caminhão de petróleo mata 132 pessoas no Paquistão
Automóveis e motocicletas queimados são vistos no local de uma explosão de petroleiros em Bahawalpur, no Paquistão
Muitos corpos foram queimados além do reconhecimento e as imagens de televisão mostraram pilhas de motos queimadas, aparentemente as das pessoas que chegaram para coletar combustível ou apenas para dar uma olhada.
A polícia tentou limpar a área antes da explosão, mas as pessoas as ignoraram, disse Khan, acrescentando que o acidente inicial bloqueou a estrada causando um back-up do tráfego.
O motorista do caminhão sobreviveu ao acidente e foi levado à custódia da polícia, disse ele.
Cerca de 50 pessoas foram mortas em ataques com bombas separadas no Paquistão na sexta-feira, mas não houve sugestão de ataque no domingo.
“Segundo os relatórios iniciais, alguém tentou acender um cigarro”, disse um porta-voz dos serviços de resgate, Jam Sajjad Hussain.
Os bombeiros demoraram duas horas para apagar as chamas.
A polícia na área não pode ser imediatamente alcançada para comentar.
Cerca de 40 pessoas com queimaduras graves foram transportadas por via aérea para hospitais na cidade vizinha de Multan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *