Três mortos na queda de um avião em área residencial em SP

Três pessoas morreram na queda de um avião monomotor, no início da tarde desta segunda-feira, 9, em área residencial de São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Aeronave fazia manobra de aproximação para pousar no aeroporto; suspeita inicial da causa da queda é de pane seca.
De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, as três vítimas estavam no interior da aeronave, que atingiu e destruiu parte de uma casa ao bater no solo. Ainda segundo os bombeiros, nenhum morador da casa, na rua Noruega, no Jardim Alto Rio Preto, ficou ferido. O bairro fica próximo do aeroporto de Rio Preto.
Os bombeiros apuraram que a aeronave fazia manobra de aproximação para pousar no aeroporto, quando embicou em direção ao solo e caiu no quintal da residência. Os destroços se espalharam pelo local. Na casa atingida, estava apenas um cuidador de idoso, que não se feriu.
O avião de prefixo PT-DDB, de fabricação americana, está com a matrícula regular junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
A aeronave pertence ao Hotel Sakr e está em nome do proprietário, William Rayes Sakr. Segundo os bombeiros, ele pilotava o avião e faleceu na queda. As outras vítimas ainda não foram identificadas.
O monomotor modelo Beech Air Craft, fabricado em 1960, decolou de Tangará da Serra (MT). A suspeita inicial da causa da queda é de pane seca, quando acaba o combustível. O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foi informado do acidente e enviaria uma equipe para a apuração das causas.
Segunda queda – O empresário William Sakr já havia sobrevivido à queda de um avião que ele mesmo pilotava, em 2011, também em Rio Preto. Na época, ele caiu com um Bonanza, próximo do aeroclube da cidade. Sakr, sua esposa e três filhos que estavam na aeronave tiveram apenas ferimentos leves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SiteLock