Morreu a menina que envelhecia 8 vezes mais rápido do que nós

Lucy Parke partiu aos oito anos, mas era como se tivesse 64. “O seu corpo estava fraco mas o seu coração era forte”, disseram os pais
Lucy Parke sofria da síndrome de Hutchinson-Gilford, mais conhecida por Progéria, uma doença genética rara que provoca um envelhecimento precoce. A menina, que ficou conhecida em todo o mundo precisamente devido à doença, morreu no primeiro dia do ano.



 

A notícia da morte de Lucy foi partilhada pela família através de comunicado, segundo o Belfast Live, que acompanhou a cerimônia fúnebre.
“Perdemos a nossa preciosa Lucy. O seu corpo estava fraco mas o seu coração era forte. O seu amor pela vida e o seu maravilhoso sorriso faziam-nos orgulhosos por sermos os seus pais”, disse a família, no comunicado.
A menina, que morreu aos oito anos, mas que, devido à doença. Era como se tivesse 64, tinha ainda três irmãos, todos eles saudáveis. De acordo com a família, viveu feliz até ao último dia da sua vida
A síndrome de Hutchinson-Gilford é muito rara: desde que foi descrita pela primeira vez, em 1886 só há registo de cerca de 130 casos na literatura científica. Ocorre uma vez em quatro milhões de nascimentos e, na maioria dos casos, a criança não chega a atingir a adolescência.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *