Madri: jovem é preso por assediar várias pessoas nas redes sociais

Agentes da Polícia da Espanha prenderam um jovem em Madri por assediar várias pessoas com mensagens incessantes em redes sociais e por telefonemas usando perfis falsos.
O jovem preso criou um perfis falsos de pessoas relacionadas ao mundo da moda e entretenimento para ganhar a confiança. Uma vez descoberto por suas vítimas, e depois de ser bloqueado, começou a persegui-los e ameça-los, como também com outras pessoas em seu ambiente pessoal e de trabalho. Algumas vítimas sofreram assédio desde 2012.



A investigação começou quando uma mulher apresentou uma queixa em que afirmou que ela e várias pessoas ao seu redor estavam sendo assediados através de vários perfis de várias redes sociais e também por telefone.
O modo de operação do assediante foi repetido ininterruptamente desde 2012 e consistiu em criar perfis falsos em várias redes sociais através de e-mails e fotografias de outras pessoas. Desta forma, suplantou a identidade das jovens no ambiente do espetáculo e da moda, a fim de contactar outras pessoas que também estão relacionadas a este mundo.
O autor usou técnicas de engenharia social e árduas tarefas de monitoramento para extrair informações dos perfis de suas vítimas e possuir dados das pessoas que ele perseguiu, mesmo obtendo alguns que nem sequer eram públicos.
Quando as vítimas descobriram a falsidade dos perfis e bloqueio, ele começou um cerco implacável através de e-mails, mensagens de texto e o WhatsApp e até mesmo telefonemas, atingindo pessoas de contato em seu ambiente profissional e pessoal. O assédio era tal que criava um clima de angústia e sentia-se continuamente espiado e observava e temia o próximo passo que o suposto agressor poderia tomar.
Segundo jornal El Pais,  as autoridades concluíram que o jovem possuíam perfis falsos de duas redes sociais específicas, contas de e-mail e números de telefone usados ​​pelo autor. A policia espanhola ira processa-lo por apropriação indevida de identidade e assédio. Em sua casa, os investigadores aprenderam um disco rígido, dois telefones celulares e um cartão de memória.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *